Contactos

Consultas na Parede.

Eventos em todo o País.

​​

Tel: 351 964223490

nuno@nunogoncalohenriques.com

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • Logo Encontro da Tribo low

© 2017 by Nuno Gonçalo Henriques. todos os direitos reservados

O Segredo para um relacionamento Perfeito

October 24, 2017

Em continuação à nota que escrevi anteriormente intitulada “Relacionamentos, Terapeutas e Amor Vs Paixão carente”. Aqui está a continuação :)

 

Antes de nos apaixonarmos, enviámos foguetes para o universo com as nossas intenções, cheias de um combustível chamado “emoções”, vibramos o que pensamos e sentimos, para atrair e ver o que nos programámos para ver. Então quando nos apaixonamos, sentimos que encaixamos no outro, esse sentimento é um sentimento de alinhamento com tudo o que criámos, com tudo o que passámos em relacionamentos anteriores.

Então, como é que mantemos esse alinhamento? Como é que mantemos essa forma de estar, esse Amor? Quando é provável que alguma coisa que não seja do nosso agrado, salte à vista! E que por isso, não corresponde vibracionalmente ao que pedimos anteriormente ao universo.

 

Porque nós não pedimos ao Universo uma pessoa que não permita uma expansão à relação. Nós não pedimos ao Universo para nos trazer alguém perfeito, que nunca mude (pois já é perfeito) e nunca nos peça para mudarmos.

Nós pedimos, alguém com que sejamos eternamente felizes, pedimos alguém que saia do seu “centro” e volte a entrar, saia e entre, pois é assim que crescemos, que expandimos, sabendo o que não queremos para nos dirigimos para o que queremos, por este contraste é que vamos descobrindo, se não houver noite, não saberemos o que é o dia. Por isso pedimos alguém que tenha a capacidade de expandir, que não fique na mesma, nos mesmos padrões, mas que cresça, que expanda.

 

Portanto todos nós temos as ferramentas para mantermos um relacionamento, mantermos essa vibração, esse amor, esse sentimento maravilhoso que sentimos hoje (no momento em que estamos apaixonados), e essa ferramenta é... atenção... Tomarmos total responsabilidade pela forma como nos sentimos em todos os momentos.

 

Dominarmos as nossas emoções e compreendendo que é a nossa função sintonizar-nos com o melhor sentimento que queremos, assim ganhamos poder pessoal, deixamos de entregar o poder aos outros e às circunstâncias exteriores a nós. A tendência num relacionamento é por vezes encontrarmos alguém que seja tão bonito, tão perfeito, e com a esperança de não encontrarmos nenhuma “falha”, mas aaaaaaaaahhhhhhhhhhhhh, encontrei :P há uma falha, há uma, que desilusão... Mas depois esperamos que não nos mostrem mais nenhuma ou mais nenhuma vez, e.... aaaahhhhhhhhhh, lá está ela outra vez, lá está outra. Agora, é preciso perceber que se acontece algo que não seja do nosso agrado, que não nos faça sentir bem, é preciso direcionarmos o nosso foco novamente para nos sentirmos bem, voltarmos ao nosso “centro”, sem a necessidade que essa “falha” seja resolvida. E este é o segredo para um relacionamento perfeito.

 

Significa que estamos a dizer (mesmo que não seja dito verbalmente), mas se fizermos isso, estamos a dizer: “Não estou a pedir-te nenhuma mudança, EU tenho a capacidade de me focar a Amar-te, independentemente do que aconteça”

 

Porque, nós vivemos num mundo cheio de diversidade, e por esse motivo devíamos descobrir, que não podemos exigir aos outros, que percam o que não queremos. Existem tantas pessoas com experiências, desejos e gostos diferentes, que não temos o direito de lhes tirar essas coisas, sós porque nós não queremos. E é esta diversidade no mundo, que está certo, por isso é que vivemos num mundo rico, e nós focamo-nos no que queremos que venha até nós. Portanto dizemos “ Meu Amor, vou extrair de ti pela base para o meu ponto de atração (que é a média de como nos sentimos, do que queremos, nossos desejos, o nosso padrão, neste caso, espera-se positivo), e não pela base do teu ponto de oferta, eu atraí-te e tomo total responsabilidade por isso”.

 

De vez em quando começamos a ver sinais vermelhos quando olhamos para o nosso relacionamento, e não queremos ver esses sinais vermelhos, e podemos pensar que temos de mudar, mas isso apenas quer dizer que estamos a ser avisados, que temos de redirecionar o nosso foco, a nossa atenção, não significa que temos de mudar o mundo, não significa que temos de nos sentar para conversarmos para moldarmos o nosso companheiro para a forma como eu quero que seja. Significa que é um momento de criação, que quando vejo um “sinal vermelho” estou a lançar para o universo um desejo mais poderoso do que eu quero (pelo contraste escrito anteriormente) e que vou de certeza encontrar maneira de me alinhar com ele e atraí-lo para a minha vida. E assim criamos com consciência, criamos deliberadamente.

 

Não pensem que não podem falar sobre as coisas, normalmente isso trás maior foco, e o problema cresce, mas neste caso, não há problema em falar do problema, pois embora possa fazer aumentar o problema pelo foco, também vai produzir mais do que queremos. Mas quando sabemos de como funciona a atração para a nossa vida, que é pela intenção, quando estamos alinhados nesse sentido e somos sábios, não ficamos a focar-nos no problema, o importante é estarmos sempre orientados para a solução, com esse padrão de pensamento para a solução.

 

Se pensarmos no que queremos que seja o final da história, qual é a nossa meta? Nós queremos Amar essa pessoa cada vez mais todos os dias. Nós queremos sentirmo-nos bem todos os dias. Queremos sentir alegria, como co-criadores e expandir. É isso que queremos no fim, não há mal nenhum em termos uma conversa, desde que estejamos orientados para a solução, não para a cobrança e projecção.

 

Portanto voltando ao inicio, como é mantemos este sentimento de estarmos apaixonados? Como é que podemos continuar a sentir-nos vivos, entusiasmados e felizes? A Resposta é:

Dá ao relacionamento a tua atenção total e incondicional quando estiveres no teu “centro”, e quando não estiveres no teu “centro”, não percas muito tempo a tentar resolver as coisas. A maioria das pessoas fala, discute, separa-se, ataca-se quando estão fora do seu “centro”. E depois voltam a entrar no seu “centro” e fazem as pazes.

 

Se fizéssemos uns votos de relacionamentos (como existe nos casamentos) deviam ser assim: “Estou tão contente por estar junto contigo, e também estou contente por estar alinhado e junto com a Fonte (Universo, Deus, o que quiseres) em mim no meu “centro”. Mas gosto ainda mais, quando estamos todos juntos nos nossos “centros”. E é a minha grande intenção, dar -te toda a minha atenção de dentro do meu “centro”. Portanto se me encontrares distante, não é porque eu não te quero, ou não quero algo, é porque não estou vibracionalmente pronto para esse momento, não desesperes, eu voltarei rápido. E não sairei do meu “centro” para ir ter contigo, e peço-te que não saias do teu “centro” para vires ter comigo. Eu prometo-te que me manterei no meu “centro” o melhor que eu sei, e daí darei-te toda a minha atenção.”

 

 

Please reload

Recent Posts

September 18, 2018

Please reload

Adere à minha Mailing List